Por Que Júpiter Tem Esse Nome?

Júpiter é o nome romano do rei dos deuses romanos ele tem esse nome devido ao papel que ele exerce no sistema solar, principalmente sobre a Terra e seus habitantes, Júpiter exerce o papel de protetor, para que nenhum asteroide se choque com a Terra, se não fosse por Júpiter a Terra não existiria.

A muitas eras atrás, quando os planetas e outros objetos massivos eram destruídos, destroços eram lançados pelo espaço e o magnetismo gigantesco de Júpiter os lançou para dentro de globo primordial (o começo).

Júpiter tem vários conjuntos de asteroides presos em sua gravidade, pois os que se aproximam da Terra acabam presos por sua enorme gravidade o que impede de acertar nossa Terra e acabar com todos os habitantes.

Ainda analisando muitas eras atrás antes de tudo ser formado, Júpiter era um planeta rochoso, ele tem uma parte sólida dentro dele e os gases a rodeiam, o interessante é que esse pequeno planeta sólido tem um grande poder de magnetismo pois sua gravidade é grande.

Análises são feitas e cientistas tem uma teoria que antes da formação original do nosso sistema solar havia outros planetas rochosos e gasosos e Júpiter chegou furioso com sua enorme gravidade pode ter feito os planetas girarem como se ele fosse o sol pra gente, o que entrou em colapso e acabaram batendo-se um no outro, o que pode ter gerado a grande quantidade de gás que faz parte do seu corpo planetário.

Por Que Os Louva-A-Deus Possuem Esse Nome?

Os louva-a-deus são insetos encontrados muitas vezes em quintais e jardins das casas, sendo mais comuns em países asiáticos, mas presentes no mundo todo. Seu corpo possui uma forma diferente e pode se adaptar em diferentes tipos de lugares, confundindo-se muitas vezes com as plantas, por possuir a habilidade que muitos animais têm de mimetizar.

Esses insetos curiosos levam esse nome por causa da forma que costumam repousar seus membros superiores, os unindo como se estivessem rezando. Esse tipo de conduta fez com que esses animais ganhassem um significado especial em diferentes culturas e civilizações. Os gregos, os romanos, os egípcio acreditavam que eles possuíam poderes sobrenaturais, já os chineses, acreditavam que esses insetos eram sagrados e os veneravam. Há mesmo um golpe de Kung-Fu inspirado nos movimentos dos louva-a-deus.

Por Que O Oscar Tem Esse Nome?

O Oscar, Prêmios da Academia, atualmente é um dos mais importantes prêmios do cinema. Todos os anos, desde 16 de maio de 1929, ele é entregue nos Estados Unidos pela Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.

O nome Oscar não possui bem uma origem certa. Alguns dizem que esse nome surgiu no começo na década de 30 quando uma funcionária chamada Margaret Herrick disse que a estatueta parecia muito com seu tio de nome Oscar. A estatueta na época era feita inteira de bronze. Hoje, é feita de gesso e banhada a ouro, porém seu formato continua o mesmo, um homem careca de braços cerrados.

Uma outra origem para o nome Oscar teria vindo do colunista Sidney Skolsky que, em 1934, usou esse nome para falar do prêmio de melhor atriz que Katherine Hepburn recebeu. Oficialmente o nome passou a ser usado pelo prêmio da academia em 1939.

Por Que O Doce Pé De Moleque Leva Esse Nome?

O pé de moleque é um doce feito com rapadura e amendoim tradicional da culinária de Minas Gerais e do resto do país também. Ele tem origem no século XVI com o início do ciclo dos engenhos de açúcar no Brasil. O nome do doce, porém não se tem uma certeza quanto a sua origem, apenas algumas teorias:

Represálias  

Por ser um doce popularmente vendido por quituteiras de ruas, os pés de moleque ficavam expostos em barracas. Alguns crianças mais atentadas passavam pelas barracas e roubavam o doce. As vendedoras, então, gritavam: “Pede, moleque!”Pedras e paralelepípedos.

Em Minas Gerais, muitas ruas eram revestidas de pedras irregulares e arrumadas pelos escravos, que as calçavam com seus pés. Pelo doce ser feito com castanhas e amendoins, ele possui uma aparência irregular que lembrava esses calçamentos.

Pés  Antigamente era comum as crianças andarem descalças e muitas contraíam bichos-de-pé, ainda mais as crianças de ruas. Novamente, pelo doce ser irregular e, também, por lembrar uma sola de pé, ele ganhou o nome que conhecemos hoje.

Por Que “Bife A Cavalo” Leva Esse Nome?

Popular na culinária brasileira, o “bife a cavalo” é um bife acompanhado por um ou mais ovos fritos por cima. Originalmente, nos restaurantes o prato levava o nome de “bife com um ovo-a-cavalo”, mas ao longo do tempo a expressão mudou para o que conhecemos hoje.

Muitas das expressões que usamos hoje tem origens em outros países, ainda mais quando se trata de culinária. A culinária francesa influencia muito a gastronomia no mundo todo. Mesmo no Brasil os chefs usam muitos estrangeirismos quando estão na cozinha, como, por exemplo, chamar potes e tigelas de “bol”.

A ideia do ovo vir a cavalo em cima do bife vem da França, onde acreditavam que os ovos fritos em cima do carne lembravam selas de montaria. Em francês a expressão fica: “Bifeteck à Cheval”.

Em outros países e línguas, como nossos vizinhos latinos, o nome também é utilizado. Na Argentina, por exemplo, chama-se “bife a caballo”

Por Que O Tamanduá Bandeira Tem Esse Nome?

O tamanduá-bandeira, cujo nome científico é Myrmecophaga tridactyla, é um mamífero. Ele é da ordem Xenarthra e da família Myrmecophagidae. É um animal de porte grande, que pode medir de 1,80m até mais de 2 metros. Já seu peso pode chegar a até 40 quilos.

O animal ficou popularmente conhecido como tamanduá-bandeira. O nome Tamanduá tem origem no Tupi Guarani e significa “o caçador de formigas”. Como não possui dentes, para se alimentar ele insere sua língua dentro dos formigueiros e a usa para levar as formigas até a boca. Já o nome Bandeira surgiu por causa de sua cauda. Ela é comprida, chegando a medir quase 1 metro, e é toda coberta por longos pelos, o que faz com que quando está estendida fique semelhante a uma bandeira.

Por Que Os Dias Da Semana Tem Feira No Nome?

Os chamados dias úteis, que vão de segunda a sexta, tem o termo “feira” no nome. Esse termo só existe em Português e é bastante antigo, tendo tido origem no ano de 563. Nessa época, os nomes dos dias da semana faziam referência a deuses pagãos. A Igreja Católica não aceitava isso e mudou os nomes dos dias para nomes numéricos.

Foi Martinho de Braga, então bispo católico, que deu a ideia de usar durante os dias da Semana Santa o termo “feira”. Esse termo tem origem no latim feria, cujo significado é “dia de descanso”, já que os dias dessa semana eram considerados feriados e durante os quais os católicos descansavam. Com o tempo, o termo acabou sendo empregado aos dias da semana do ano inteiro.