Por Que Chove Diamante Em Júpiter E Saturno?

Júpiter e Saturno, são os dois maiores planetas do nosso sistema solar, conhecido como os gigantes gasosos, eles tem tempestades de granizo como na Terra, a diferença é que os granizos são pedras de diamante.

Isso acontece porque o interior da atmosfera de Saturno e Júpiter são feitas praticamente de carbono e o comportamento dos dois é exatamente igual para formar os diamantes, devido a grande quantidade de gás o ambiente é extremamente frio o que ajuda na formação dos diamantes.

A formação acontece basicamente assim: Os primeiros raios solares que entra nas camadas mais superficiais de ambos planetas quebram as moléculas de CH4 ( Carbono e Hidrogênio), o que faz os átomos liberarem o carbono preso na ligação CH4, após isso os carbonos que foram liberados se juntam e viram uma espécie de fuligem.

Depois disso, a fuligem (dos átomos de carbono) começa a “afundar” para dentro da atmosfera dos dois gigantes gasosos (Júpiter e Saturno), as pressões atmosféricas vão ficando cada vez maior assim como a temperatura mais quente e primeiramente viram grafites até atingir 6 mil km, onde se tornam pedras de diamante. Em seguida continuam a cair, por mais 30 mil quilômetros até que fique tão quente que os diamantes virando chuva, onde ficaria acumulado em sua superfície como se fosse gelos só que de diamantes.

Por Que Júpiter Tem Esse Nome?

Júpiter é o nome romano do rei dos deuses romanos ele tem esse nome devido ao papel que ele exerce no sistema solar, principalmente sobre a Terra e seus habitantes, Júpiter exerce o papel de protetor, para que nenhum asteroide se choque com a Terra, se não fosse por Júpiter a Terra não existiria.

A muitas eras atrás, quando os planetas e outros objetos massivos eram destruídos, destroços eram lançados pelo espaço e o magnetismo gigantesco de Júpiter os lançou para dentro de globo primordial (o começo).

Júpiter tem vários conjuntos de asteroides presos em sua gravidade, pois os que se aproximam da Terra acabam presos por sua enorme gravidade o que impede de acertar nossa Terra e acabar com todos os habitantes.

Ainda analisando muitas eras atrás antes de tudo ser formado, Júpiter era um planeta rochoso, ele tem uma parte sólida dentro dele e os gases a rodeiam, o interessante é que esse pequeno planeta sólido tem um grande poder de magnetismo pois sua gravidade é grande.

Análises são feitas e cientistas tem uma teoria que antes da formação original do nosso sistema solar havia outros planetas rochosos e gasosos e Júpiter chegou furioso com sua enorme gravidade pode ter feito os planetas girarem como se ele fosse o sol pra gente, o que entrou em colapso e acabaram batendo-se um no outro, o que pode ter gerado a grande quantidade de gás que faz parte do seu corpo planetário.