Por Que A Mão De Trânsito Muda Dependendo Do País?

As disputas entre a França e a Inglaterra vêm de séculos atrás e continuam causando impactos em nossas vidas. Se não fosse por Napoleão Bonaparte, o lado em que o motorista deve andar no carro seria diferente, estaríamos todos no mesmo sentido que a Inglaterra, a Índia e os países da Oceania, a “mão inglesa”.

Seguir a chamada “mão inglesa” significa que os carros devem sempre andar do lado oposto em que andamos no Brasil, o esquerdo. Por causa disso, os volantes dos carros nesses países são do lado direto e o passageiro entra pelo lado esquerdo.

Essa decisão em andar pelo lado esquerdo e não pelo direito tem origem na Inglaterra medieval, em que os cavaleiros seguravam a espada pela mão direita, por isso fazia muito mais sentido deixarem livre o lado da espada, para assim, eles poderem entrar em combate com mais facilidade.

Mas, no século XVIII, com Napoleão Bonaparte, líder francês e também canhoto, decidiu que o lado esquerdo deveria estar livre, então, determinou uma inversão nas estradas, obrigando todos a seguirem agora pela direita. Países que foram colonizados pela França começaram a adotar o mesmo sistema que eles, andando pelo lado direito. Portugal, por exemplo, que ficou muito tempo em dominação francesas, adotou esse sistema. Por isso que aqui no Brasil nós também usamos a chamada “mão francesa”.

RelatedPost

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *