Por Que Temos Pesadelos?

Sinônimo de sonhos ruins, pesadelos sempre foram objetos de estudo e curiosidade.

Áreas como a psicologia comportamental, psicanálise e psiquiatria também se dedicam em parte para estudar o seu significado. Ao longo dos anos o homem sempre buscou explicação para os sonhos, principalmente para os que se dizem maus.

Não se sabe especificamente as causas dos pesadelos, mas os estudiosos acreditam que possam ser resultados de alguns fatores psicológicos, como por exemplo o medo e a angústia ou por fatores fisiológicos como febre, dores musculares, dormir desconfortavelmente ou estar em algum lugar impróprio para deitar-se. Se alimentar de forma excessiva um pouco antes de dormir em alguns indivíduos pode resultar em uma noite pesada e desconfortável. Podendo acontecer também ao ingerir bebidas alcoólicas ou consumir drogas.

Tudo que se vivencia durante o dia o cérebro consegue juntar estas informações e é na noite que ele sofre os efeitos colaterais. É uma espécie de reflexão das preocupações, e isso, é mostrado através do nosso inconsciente onde todos os conflitos pessoais que se tem ou não a solução tenta aparecer.

No século passado, Sigmund Freud, uma figura tornou-se conhecida e famosa por publicar relatos escritos, dedicados aos sonhos do subconsciente. Sejam eles de ordem positiva ou negativa. Sua obra publicada em 1900 e intitulada de “ A interpretação dos sonhos”, cujo texto foi possível trazer à tona ao consciente os conteúdos inconscientes, onde o sonhar pode ser um fenômeno regressivo; o qual nos remota aos estados iniciais da infância. Ele partiu do princípio que todo sonho tem um significado, até os pesadelos. Interpretá-los confere um sentido, isto é, ajuda-nos nas faculdades mentais.

No entanto, quando estes sonhos ruins aparecem frequentemente causando transtornos e incomodando o descanso noturno, deve-se buscar um tratamento médico ou até espiritual, em alguns casos. Pode ser analisado que existe algo que não vai bem em nossa saúde física ou mental.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *