Por Que Esmaltamos A Unha?

Hoje, as prateleiras das lojas de cosméticos estão repletas de esmaltes de diversas cores, diferentes tons e efeitos imagináveis. Mas, o que poucos sabem é que o costume de pintar a unha de alguma cor diferente veio do Antigo Egito, por volta de 3500 antes de Cristo. Naquela época, as mulheres pintavam com o uso de uma substância a base de hena e as cores mais fortes eram destinadas apenas para os membros da família real. Há registros de Cleópatra e Nefertiti usando algo parecido com esmalte vermelho na época.

A prática de pintar as unhas não era exclusiva dos egípcios, no século três antes de Cristo, na China, pintava-se a unha de cores avermelhadas e metálicas (elaborados com prata). A cor dos esmaltes estava relacionada com a hierarquia social chinesa.

Apesar de ser antiga, a prática só foi ganhar espaço no ocidente no começo do século XX, quando começaram a produzir os esmaltes. Estes duravam apenas algumas horas nas unhas e possuíam uma pouca gama de cores. Em 1925, o primeiro esmalte que ficava mais de um dia nas unhas foi fabricado, ele vinha na cor rosa-claro. Mas, ao longo dos anos foram investindo em mais tecnologias e a prática de pintar as unhas só foi ganhando mais espaço para ser o que hoje vemos.

Você Sabia?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *