Por Que A Mulher Gosta Tanto De Se Maquiar?

A relação do ser humano com a maquiagem é bem mais antiga do que pensamos.

Os povos primitivos já pintavam o corpo e a face em rituais sagrados ou em outras ocasiões como guerras, matrimônios ou festejos. Os registros mais antigos do uso de maquiagem datam do Império egípcio por volta de 3000 anos antes de Cristo. Eles já pintavam os olhos de cor preta com um pincel. Os gregos também gostavam de se maquiar, especificamente as mulheres, em momentos especiais e no dia-a-dia. Elas se embelezavam, se perfumavam e se adornavam.

Mas o uso da maquiagem pelo público feminino era privilégio das rainhas, cortesãs e mulheres da aristocracia que apreciavam o pó-de-arroz e algumas pomadas coloridas para pintar os lábios. Mais tarde, no século XVIII os produtos de maquiagem foram aumentando e surgindo outras opções e tornaram-se popular.

As mulheres mais conservadoras evitavam se maquiar com produtos mais ousados e fortes. As tonalidades mais excêntricas eram consideradas vulgares. Mais tarde no século XX a maquiagem se tornou mundialmente conhecida e muitas mulheres não saiam de casa sem um leve batom ou um blush.

A partir daí a indústria dos cosméticos ganha força e se intensifica no mercado.

Centenas de marcas e tendências surgiram para enlouquecer as consumidoras.

Além de ser uma mania mundial maquiar-se faz parte da rotina de muitas mulheres e aquelas que não usam ou não gostam são chamadas de desarrumadas, sem atrativo ou até de feias, porém se ela gosta de se pintar demais não é natural.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *