Por Que Existem Cabelos Crespos E Lisos?

Existem vários tipos e cores de cabelos no mundo, os cabelos estão presentes para moldar nosso rosto e proteger a cabeça de algo que possa afetá-la, isso se dá, devido a genética que é herdada de pais para filhos, uma curiosidade sobre a genética, é que os cabelos cacheados são os que tem a genética mais diferenciada de todos.

À algum tempo atrás foi feito um estudo na Austrália e foi descoberto que os cabelos são decididos como serão por um gene chamado trichohyalina, ele irá variar e de acordo com a variação é descoberto se será liso ou crespo, mas não podemos esquecer dos genes hereditários, principalmente o da mãe, que é o mais importante para a decisão dos cabelos, se o dela for crespo o filho (a) terá 90 % de chance de nascer com um cabelo igual ao da mãe.

A pesquisa foi feita por um cientista chamado Nick Martin na Austrália, ele reuniu 5 mil casais de gêmeos europeus durante 30 anos, nesta pesquisa ele obteve o seguinte resultado:

45 % cabelos lisos.
40% cabelos ondulados.
15% cabelos encaracolados.

O motivo de terem tão poucos com cabelos encaracolados se dá ao fato de serem europeus, os cacheados são heranças de africanos, os europeus tendem a ter cabelos mais lisos.

Por Que Chove?

A chuva acontece devido a carga de vapor que há nas nuvens as tornando pesadas e como não conseguem se manter no ar, devido ao seu pesa, acontece a queda de água em forma de chuva, é um fenômeno da natureza e assim como tudo que acontece na natureza tem algum motivo específico, que irá ajudar em algo, a chuva é extremamente importante, pois a chuva permite que cresçam alimentos, e existência da vida vegetal e animal e muito mais…

A chuva é formada da seguinte maneira.

1- A água é aquecida devido ao calor do sol sobre ela e ela evapora, transformando em vapor de água.

2- Com o vapor que é gerado da água, assim que o ar entra em contato e os dois se misturam começam a se elevar pro céu.

3- Esse vapor vai se juntando junto a outros e vão formando nuvens carregadas de vapor.

4- Assim que chegam a uma grande altura, ocorre um choque entre frio e quente, o que leva a acontecer a condensação e transforma-se novamente em água.

5- Assim como o ar não aguenta a pressão da água devido ao seu peso ser maior, a água cai em forma de chuva.

Por Que Os Vulcões Soltam Lava?

Os vulcões são espécies de aberturas na crosta terrestre que surgem, geralmente, perto de placas tectônicas e se parecem com montanhas. Eles contêm magma, uma rocha que se encontra no estado fundido e fica localizada embaixo da superfície terrestre. Quando o vulcão entra em erupção esse magna é expelido em forma de lava. Além do magma, os vulcões liberam gazes, vapores, poeiras e cinzas, sendo as últimas partículas derivadas da erupção vulcânica que depois da explosão solidificam e ficam em cima dos vulcões em forma de nuvem.

Os vulcões soltam lava por causa das erupções vulcânicas, fenômenos naturais que estão diretamente relacionados com a saída de magma das profundezas da Terra. Uma erupção pode ocorrer por causa de dois fatores: o magma subir com ajuda da pressão que é muito grande nesse momento, ou pela presença de vapores de água.

Um mesmo vulcão pode liberar lava apenas uma vez, como também milhares de vezes, cada um tem sua especificidade. Prever uma erupção é um grande desafio, normalmente, só sabemos que um vulcão entrará em atividade quando há a presença de tremores e ele começa a emitir gases de enxofre.

Por Que O Girassol Acompanha O Sol?

O girassol possui esse nome justamente pela habilidade de acompanhar o sol. Esse movimento que ele faz leva o nome de heliotropismo e ocorre quando a planta, em seu período de crescimento, acompanha o sol para poder ter mais raios solares e assim realizar mais fotossíntese.

Um cientista chamado Rolf Rutishauser realizou uma pesquisa que afirma que o girassol realiza esse movimento também para atrair mais polinizadores e assim aumentarem a espécie, pois suas folhas aquecem durante o dia e ficam mais atraentes para os insetos.

Um outro estudo diz que o movimento do girassol começa, assim como o sol, voltado ao leste e, ao passar das horas, eles se movimentam até o oeste.  Quando chega a noite ele volta para onde começou, se voltando ao leste e recomeçando pela manhã o ciclo. Essa espécie de “relógio” interno que o girassol possui tem a ver com o ritmo circadiano.

Por Que Neva No Topo Das Montanhas?

 A  neve  e  o  frio  das  montanhas  estão  aliados  a  dois  fatores:  baixas  pressões atmosféricas  e  a  rarefação  do  ar.  O  primeiro  ocorre  pois  o  peso  atmosférico  diminui  à medida que o nível do mar se eleva. Isso influencia diretamente na pressão atmosférica, que será menor no topo das montanhas.

O ar quente é menos denso do que o ar frio, por isso ele sobe. Mas, não é porque é o ar quente quem sobe que será quente nos locais mais elevados. Muito pelo contrário, esse ar esfria quando vai subindo por causa de um  fenômeno chamado de rarefação do ar.  Conforme  seguem  seu  caminho  ao  topo,  essas  moléculas se  expandem  e  liberam calor, resfriando-se.

 A  baixa  pressão  atmosférica  somada  ao  fenômeno  físico de  rarefação  do  ar causam o frio das  montanhas.  Além disso, as  moléculas de ar  não recebem calor  nesse percurso  até  o topo  das  montanhas,  pois  os  raios  solares,  principais  fontes  de  calor  da terra, atravessam o ar e não o aquecem.

O  alto  de  uma  montanha  é  tão  gelado  que,  dependendo  da  altitude,  ocorre  um fenômeno chamado de neve eterna. Em montanhas muito elevadas, neva até mesmo no verão.  Isso  ocorre  por  causa  das  baixas  temperaturas  que  estão  presentes  no  local durante todo o ano graças aos fenômenos antes explicados.

Por Que Nem Todo Irmão Gêmeo É Igual?

Os gêmeos são irmãos que nasceram do mesmo pai e da mesma mãe na mesma gestação. E eles podem ser idênticos ou não. Isso acontece porque nem toda gravidez múltipla é igual.

Os gêmeos monozigóticos acontecem quando um óvulo é fecundado pelo mesmo espermatozoide e se divide em dois. Os bebês que nascerem dessa gestação serão univitelinos, ou seja, idênticos, inclusive dividindo o mesmo DNA.

Agora, os gêmeos que nascem de dois óvulos diferentes e dois espermatozoides diferentes são os gêmeos dizigóticos. Eles permanecem no mesmo útero, mas possuem placenta e saco amniótico diferentes. Esses não serão idênticos, na verdade são dois irmãos que dividiram o útero ao mesmo tempo.

Apesar de raro, é possível que os gêmeos dizigóticos tenham dois pais diferentes. Isso acontece se a mulher liberar dois óvulos durante o mesmo ciclo menstrual e esse for fecundado em um tempo de 48h por dois homens diferentes. É possível, também, que seja o mesmo pai, mas os óvulos serem fertilizados em relações diferentes do mesmo casal.

Por Que Existem Furacões?

Furacões, tufões, ciclones e tornados são fenômenos meteorológicos que ocorrem devido a formação de ventos muito fortes em direções contrárias. Esses ventos fortes acontecem devido a uma variação de temperatura nos oceanos. Eles costumam ocorrer nos oceanos Índico, Atlântico (na região norte) e Pacífico (nas regiões oeste, nordeste e norte).

Quando a água do oceano atinge mais de 27º começa a evaporar e se acumular, na camada mais baixa da atmosfera, em forma de nuvem. Isso faz uma camada de baixa pressão atmosférica, o que faz com que o ar quente suba mais rápido do que o normal e o ar frio do topo dessa nuvem desça pelo centro. Esse fenômeno cria ventos em sentidos contrários que fazem com que uma tempestade, que deveria ser normal, comece a girar, formando tufões, furacões, ciclones e tornados. Conforme eles vão se movimentando pelo oceano, mais água aquece, evapora e alimenta esses ventos, fazendo eles crescerem.

Esses fenômenos podem parecer a mesma coisa, mas possuem algumas singularidades:

O ciclone ocorre em regiões tropicais e possui ventos de 50 km por hora; Já o furacão possui uma velocidade bem maior, eles alcançam mais de 200 km/h, giram no sentido anti-horário e ocorrem no hemisfério norte, comuns no mar do Caribe e nos Estados Unidos da América.

Agora o tufão ocorre no sul da Ásia e na parte mais ocidental do oceano Índico. Fora isso, eles têm as mesmas características dos furacões.

Para finalizar, existem os tornados, que são realmente muito fortes, tendo ventos que atingem 500 km/h. Ocorrem principalmente em zonas temperadas do hemisfério norte e são os verdadeiros destruidores.

Por Que Devemos Salvar As Abelhas?

Com o uso de pesticidas e agrotóxicos nas produções, as abelhas estão desaparecendo do mundo. Devemos salvar as abelhas para que nosso futuro também seja salvo.

Apesar de muitas pessoas sentirem medo e fugirem quando estão perto de uma, as abelhas são essenciais para a natureza. Causadoras de uma picada suicida e com um ferrão que é capaz de causar graves alergias, esses insetos voadores são um dos maiores responsáveis pela polinização das plantas.

A polinização é a forma como quase todas as plantas se reproduzem e ocorre quando há transporte de pólen. As abelhas são atraídas pelo néctar das plantas. Quando pousam em uma flor para retirar o seu néctar, grãos de pólen grudam em seu corpo. Conforme a abelha pousa de flor em flor, o pólen também a acompanha e a polinização ocorre.

Essa atividade que as abelhas desempenham é mais importante do que pensamos, pois elas causam um grande impacto na biodiversidade e na produção agrícola. Se hoje as abelhas não existissem, há cientistas que acreditam que não teríamos mais alimento.

Por Que Chove Granizo?

Em dias muito quentes e com alta humidade, é possível vermos cair do céu uma chuva um tanto diferente, uma chuva carregada de pedras de gelo. Essas pequenas pedrinhas que caem do céu são chamadas de granizo.

Em regiões próximas ao Equador existe um tipo de nuvem que se forma apenas nessa região específica: a cumulonimbus. Quando a água que evapora de lagos, mares, oceanos, rios, animais, poças, pessoas e tudo mais, encontra com esse tipo de nuvem e atinge uma temperatura abaixo de 80 graus, forma-se o granizo. O vapor se torna mais pesado do que a nuvem consegue aguentar e, assim como a chuva, precipita, mas dessa vez, devido as baixas temperaturas, cai em forma de gelo.

As pedras de granizo normalmente chegam a apenas 5 cm de diâmetro. Porém, há registros de pedras com até 15 cm de diâmetro, causando grande destruição onde caíram.

Por Que As Chuvas De Verão São Tão Fortes?

No final e começo do ano, no Brasil, começam junto ao verão as fortes chuvas devastadoras. Enchentes, deslizamentos e destruições são causadas por essas tempestades, mas existe um porquê disso acontecer.

Há algumas razões para explicar a intensidade das chuvas nessa estação, mas a principal delas é um fenômeno conhecido como El Niño. Esse fenômeno se caracteriza por um aquecimento não comum das águas da camada mais superficial do Oceano Pacífico. Isso faz com que o vento seja alterado mundialmente, alterando assim o ciclo de chuva em regiões tropicais, como no Brasil.

No Sul do país o El Niño atinge principalmente as temperaturas que eram bem menos elevadas antigamente. E na região Sudeste, o fenômeno altera principalmente as chuvas no verão, tornando-as mais intensas e vigorosas. Já na região Nordeste, o El Niño faz com que a seca seja ainda mais forte e atinge principalmente as agricultores da região.